Capacitação das lideranças do Fórum de Culturas e Ritmos Tradicionais de Goiás

Convênio entre Instituto Olhar Etnográfico e a Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura promoverá oficinas de capacitação de atores sociais relevantes no cenário da cultura tradicional Goiana. As oficinas serão organizadas em cinco (05) módulos temáticos, ministrados por especialistas nas respectivas áreas e visa oferecer subsídios técnicos, informações e conhecimentos necessários à formação política de lideranças de cultura tradicional no Estado. Será contemplado, inicialmente, o público referente às regiões até então mobilizadas pelo Programa Goiás Festeiro. Paralelamente serão mobilizadas outras regiões do estado para posterior capacitação.

Objeto do convênio

1 – Viabilizar um programa de capacitação, sob o formato de oficinas temáticas mensais. Pretende-se com esta ação investir na formação técnica e política dos agentes sociais empenhados na continuidade e no fortalecimento das manifestações culturais de cunho artístico e religioso no Estado. Tal ação configura-se como a segunda etapa de um processo mais amplo de mobilização, capacitação e articulação que vem sendo empreendido para a constituição do Fórum de Culturas e Ritmos Tradicionais de Goiás.

Serão convidados especialistas nas áreas temáticas a serem abordadas nas oficinas, e selecionados os participantes. Contemplamos inicialmente a cota de 15 vagas para os membros das comissões provisórias do Fórum em constituição, sendo 5 representantes de cada região. Além destas, outras 6 vagas serão destinadas a jovens aprendizes destas tradições e 27 vagas disponibilizadas para representantes das instituições públicas dos municípios envolvidos, no total de 48 vagas. Os módulos serão realizados ao longo de cinco meses, sempre aos finais de semana, nas cidades de Catalão, Iporá e Aparecida de Goiânia.

2 – Registro audiovisual das oficinas de capacitação, por meio de depoimentos dos mestres e equipe técnica e do registro das oficinas presenciais – ao todo 05 módulos. No total, serão 40 horas de filmagem de material bruto, que resultarão em documentário de 10 min.

Módulos Temáticos

Legislação sobre cultura e políticas públicas (Aparecida de Goiânia) – legislação específica da área cultural com foco na Constituição Federal (arts. 215 e 216), Sistema Nacional de Cultura, Plano Nacional de Cultura e Decreto n° 3.551, registro de bens culturais imateriais.

Linhas de fomento à cultura (Iporá) – dotar os participantes de informações e conhecimentos sobre as principais linhas de fomento às agendas culturais do Estado, com destaque para Lei Rounet, Lei Goyazes, Leis Municipais e editais públicos visando capacitá-los a pleitear estes recursos.

Organização e participação da sociedade (Iporá) – noções de organização social, em especial a história dos movimentos sociais no Brasil, noções de organização social e representação política, mobilização social e cultura.

Economia da cultura (Catalão) – apresentação do cenário de oportunidades para geração de emprego e renda tendo como ponto focal a gestão dos bens culturais. Foco do conteúdo em marketing cultural, gestão de empreendimentos culturais e regionalização do turismo.

Governança e mecanismos de gestão do Fórum (Catalão) – noções básicas do funcionamento e gestão de organizações da sociedade civil. Elaboração e definição dos parâmetros e mecanismos que irão subsidiar o funcionamento do Fórum de Culturas e Ritmos Tradicionais de Goiás como sustentabilidade financeira, comunicação interna e externa, política institucional.

4 comentários para Capacitação das lideranças do Fórum de Culturas e Ritmos Tradicionais de Goiás

  • Comissão Goiana de Folclore Goiás
    Aqui houve redundância…..

  • Corrigi uns erros e cometi outro. Corrijam para mim por favor…

  • Correção dos erros

    Um dia pensei em trabalhar e dar visibilidade ao que de mais rico temos em Goiás, que é o saber contido nas tantas histórias de mestres e mestras de nossa cultura popular.Sonhei com a desconstrução do pensamento e da vida, rumo a uma sociedade mais justa, onde o “velho”seja visto como alguém capaz de ensinar e não um “ser inutil”relegado a segundo plano.
    (…)Bate-me a porta o “Goiás Festeiro”!!! Um aliado,forte!Um aliado com “olhar etnográfico”, comprometido com a mesma descontrução.
    Tenho certeza,juntos reconstruiremos uma nova história.Está ao alcance de Goiás uma iniciativa inovadora que estenderá uma ponte, ligando passado e presente, em uma perspectiva de salvaguarda da Memória Cultural, para gerações futuras.
    O Goiás Festeiro tornou-se o referencial para a cultura tradicional, em, e por Goiás.

  • Um dia pensei em trabalhar e dar visibilidade ao que de mais rico temos em Goiás, que o saber contido nas tantas histórias de mestres e mestras de nossa cultura popular.Sonhei com a desconstrução do pensamento e da vida, rumo a uma sociedade mais justa, onde o “velho”seja visto como alguém capaz de ensinar e não um “ser inutil”relegado a segundo plano.
    (…)Bate-me a porta o “Goiás Festeiro”!!! Um aliado,forte.Um aliado com “olhar etnográfico”, comprometido com a mesma descontrução.
    Tenho certeza,juntos reconstruiremos uma nova história.Está ao alcance de Goiás uma iniciativa inovadora que estenderá uma ponte ligando passado e presente e uma perspectiva de salvaguarda paa gerações futuras.
    O Goiás Festeiro tornou-se a referencial para a cultura tradicional em e por Goiás.