Apoio a Extensão Agroflorestal e Agroecologia para Comunidade Indígena do lavrado de Roraima – AGROFLORR

Robert Miller

São considerados sistemas agroflorestais os consórcios de cultivos agrícolas com árvores, ou na forma de mistura das espécies herbáceas e arbóreas, ou numa seqüência temporal, onde as árvores são estabelecidas após um fase de cultivo das plantas herbáceas

São considerados sistemas agroflorestais os consórcios de cultivos agrícolas com árvores, ou na forma de mistura das espécies herbáceas e arbóreas, ou numa seqüência temporal, onde as árvores são estabelecidas após um fase de cultivo das plantas herbáceas

Em agosto de 2006, O Instituto iniciou o projeto “Apoio a Extensão Agroflorestal e Agroecologia para Comunidades Indígenas do Lavrado de Roraima” – AGROFLORR (Edital MCT/MMA/SEAP/SEPPIR/CNPq nº 26/005), sob a coordenação do eng° florestal Robert Miller. O Projeto AGROFLORR tem como proposta desenvolver a extensão agroflorestal e práticas agroecológicas junto a comunidades indígenas na região do Lavrado (savanas) de Roraima, a partir de atividades de treinamento, capacitação e educação ambiental, dentro de uma visão de buscar mecanismos que fortaleçam a agricultura e economia das comunidades tradicionais, ao mesmo tempo que se garante a qualidade do meio ambiente. O projeto tem como parceiros o Conselho Indígena de Roraima, através do Centro de Formação e Cultura Raposa Serra do Sol (Escola Surumu), que forma jovens indígenas como técnicos agrícolas, e o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), a partir do Núcleo do INPA em Roraima. No início de 2007, foram implantados 3 viveiros de mudas, sendo duas em comunidades da Terra Indígena Araçá, e outro na Escola Surumu.

1 comentário para Apoio a Extensão Agroflorestal e Agroecologia para Comunidade Indígena do lavrado de Roraima – AGROFLORR

  • Antônio Salomão

    Desde abril de 2005 quando estive na Escola Surumú acompanho a distancia a luta e as conquistas deste povo. Agora com a efetivação deste grande sonho aproveito este espaço para confraternizar e levar o meu abraço aos Povos Indigenas da Raposa e da Serra do Sol.

    Carandaí (M G) 06 – 07 – 2009